SÊ BEM-VINDO ! SÊ BEM-VINDA ! YOU ARE WELCOME !

sábado, 31 de outubro de 2009

AHAHAHAH!!! ;)

Há quem só veja vantagens no acto de rir: a oxigenação do sangue melhora, o stress reduz-se, a dor também, músculos de órgãos vitais são exercitados, vive-se uma sensação de bem-estar relaxante.
Em suma, a endorfina produzida por uma boa gargalhada é capaz de gerar prazer e felicidade.
Some people only see advantages in the act of laughing: the oxygenation of the blood improves, the stress and pain are reduced, muscles of vital organs are exercised, people get a relaxing sensation of well-being.
In short, the endorfina produced by a good burst of laughter can generate pleasure and happiness.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Workspace

«BRIDGES
Small, uncut parts of the paper or plastic board/sheet that hold the cut stencil image together.
ISLANDS
The negative space that you cut out, creating the image that you will paint through.
STENCIL
A tool, usually made from plastic or paper, that has text and/or images cut out of it. It is also the image that the cut stencil creates after paint, bleach, etc. has been pushed through the negative space. Stencil is used as a verb to signify the act of painting with the tool.»
Russell Howze

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Dos fracos

«O que mais me impressiona nos fracos é que eles precisam de humilhar os outros, para se sentirem fortes.»
Ghandi

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Changing Perceptions


«Perhaps in some way it's a good shift in people's perceptions of street artists and graffiti writers. They are not all naughty teenagers. Considering that scrawling on streets became popular in the UK in the 1980s, its not surprising that many street artists are closer to 40 than 15. They come from varied backgrounds and they make varied work.»

Francesca Gavin

domingo, 25 de outubro de 2009

Construir cidades

«Os anos 70 foram marcados por iniciativas que aproximaram a arte do espaço urbano. Na música, o rap. No cinema, filmes de cineastas como Martin Scorcese. E nas artes plásticas, o grafitti. Essa manifestação surgiu como uma expressão artística própria dos grandes centros urbanos. Através da pintura, artistas fazem intervenções e modificam o modo como as pessoas se relacionam com o espaço público. É assim que surgem outras maneiras de perceber as cidades e construir novos imaginários.»
Carine Wallauer

sábado, 24 de outubro de 2009

No domingo, vota contra as bases imperialistas e contra o golpe de Estado nas Honduras!

«O bairro 23 de Enero, situado em Caracas, baluarte do processo bolivariano e espaço de intervenção política, social e cultural de diversas organizações e movimentos, vai organizar no próximo domingo, 25 de Outubro, um referendo anti-imperialista. O objectivo é simbólico. Protesta-se contra as bases norte-americanas na Colômbia e contra o golpe de Estado nas Honduras através da votação referendária. Por trás desta acção, encontra-se uma forte discussão e mobilização popular anti-imperialista.O referendo vai realizar-se no bairro 23 de Enero mas também noutros locais do território venezuelano.
Simultaneamente, e com o mesmo valor, venezuelanos e estrangeiros vão poder votar através da internet. Apelamos, portanto, aos leitores da Rádio Moscovo para que mostrem a sua indignação em relação ao que se passa na Colômbia e nas Honduras votando na ligação da página http://www.aporrea.org/ que aqui deixaremos disponível no domingo entre 13 e as 19 horas. Apelamos também a que os outros blogues possam difundir esta acção.
As perguntas são as seguintes:
1. Aprova a instalação de bases militares dos Estados Unidos da América na Colômbia, América Latina e no mundo?
2. Aprova o golpe de Estado nas Honduras?»

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Obama Nobel da Paz

«Foi com surpresa e perplexidade que o Conselho Português para a Paz e Cooperação encarou a decisão de laurear Barak Obama, Presidente dos EUA, com o Prémio Nobel da Paz.
Surpresa devida ao desconhecimento de acções concretas do laureado no sentido de resolver algum dos graves conflitos em que os EUA estão envolvidos e que afligem a humanidade. Surpresa porque a nomeação é indubitavelmente polémica pois que a acção do laureado não ganhou (ainda) foros de inequívoco compromisso com a causa da defesa da paz.
Perplexidade pois já foi sob o seu mandato que se anunciou e intensificou a presença militar dos EUA na América do Sul e se anuncia e observa o seu alargamento e potencial intensificação na Ásia Meridional. Por sua iniciativa se apelou ao reforço da NATO (uma organização militar ofensiva) nomeadamente a propósito da agressão criminosa ao Afeganistão, e que se iniciou o aumento do potencial bélico dos EUA neste país, onde a morte de inocentes tem vindo a aumentar.
Perplexidade pois não é possível compreender que a causa da paz passe pelo aumento do orçamento militar e do esforço de guerra, pelo alargamento da guerra no Afeganistão a províncias do Paquistão, pela ameaça de agravadas sanções ao Irão e eventual recurso à força, sob acusações forjadas similares às utilizadas para a invasão do Iraque. Nem sequer colhe o argumento de que foi obra sua a chamada retirada do Iraque, pois os EUA não retiraram de facto desse país, e o tratado assinado com o governo fantoche foi preparado pelo governo antecessor de Bush.
Perplexidade face à sua aquiescência, implícita e explícita, em matéria de legalidade e justiça, como sejam as eleições fraudulentas no Afeganistão, o golpe militar nas Honduras ou a continuada actuação ilegal e criminosa do governo sionista nos territórios da Palestina.»
Conselho Português para a Paz e Cooperação

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Content


«I am so bored of the 'who's Banksy?' question. Is his work so vacuous that the media refuse to discuss its content? Is street art a phenomenon without content and only methods?
Yes there is a lot of bad and bland street work - like any other kind of art. Private art galleries are filled with as much rubbish as a stencil hall of fame. But there are artists who are creating street interventions that are subversive, that are interesting, that deserve a hell of a lot more credit.»

Francesca Gavin

terça-feira, 20 de outubro de 2009

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Ephemeral Art

«Art that is made to last for hours, days, or weeks is called ephemeral art. While most art is created with the idea of permanence, or to last a long time, some contemporary artists often create ephemeral art.
Artists who live in cities create ephemeral art through graffiti, and street art, and paint on walls and buildings.
Whatever form it takes, ephemeral art asks that we appreciate the art work now in the present moment, for it may not be there tomorrow.»
Sheri Klein, PH. D.

sábado, 17 de outubro de 2009

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Museu Efémero

Ter a oportunidade de colaborar com o Museu Efémero é uma honra e uma satisfação. Trata-se de um projecto pioneiro que valoriza a qualidade artística do que se vai produzindo no espaço público urbano.

domingo, 11 de outubro de 2009

Pesadelo sinistro

«Para o trabalhador, a sociedade capitalista é um pesadelo sinistro. Ele a constrói com sangue, suor e lágrimas, para vê-la voltar-se, com implacável brutalidade, contra tudo aquilo que constitui a essência dos seus direitos como pessoa.»
Hélio Pellegrino

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Crew L em Alfama

No último fim-de-semana a Crew L reuniu-se para colar cartazes e espalhar arte por Alfama. Na imagem vemos da esquerda para a direita: Dalaiama, TBA e Eusboço 9347.
Last weekend Crew L got togheter to paste powerful posters in the streets, walking through Alfama neighbourhood, in Lisbon. From left to right, the picture shows Dalaiama, TBA and Eusboço 9347.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Rabiscos voadores

«Ao longo dos 23 quilómetros da A16, que atravessa o campo de golfe da Quinta da Beloura, foram construídos dois viadutos, 49 passagens inferiores ou superiores e 30 mil m2 de barreiras acústicas, com "tratamento anti-graffiti", algumas já rabiscadas.»

sábado, 3 de outubro de 2009

Primeiro a vista

«Seeing comes before words. The child looks and recognizes before it can speak.
But there is also another sense in which seeing comes before words. It is seeing which establishes our place in the surrounding world; we explain that world with words, but word can never undo the fact that we are surrounded by it. The relation between what we see and what we know is never settled.»
«A vista chega antes das palavras. A criança olha e vê antes de falar.
Isto é também verdadeiro noutro sentido. A vista é aquilo que estabelece o nosso lugar no mundo que nos rodeia; explicamos o mundo com palavras, mas as palavras nunca podem anular o facto de estarmos rodeados por ele. Ainda se não estabeleceu a relação entre o que vemos e o que sabemos.»
John Berger