SÊ BEM-VINDO ! SÊ BEM-VINDA ! YOU ARE WELCOME !

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Omnipresente e honesta


«Street Art and graffiti are a tough nut to crack for art historians. Not attached to any specific era, Street Art is a phenomenon that takes place on the street, in full public view, far from all the galleries and on the margins of the law. This art is characterized by its unofficial character. It appears in all periods and in all places, from the images, names and messages of Pompeii to the elaborately sprayed and pasted walls and train carriages of our own time. Ubiquitous, honest, indestructible, anonymous and young, this controversial art is produced by people who want to create non-academic images, to convey messages.» 

«É difícil enquadrar a Street Art e o graffiti na História da Arte: é um fenómeno sem época, uma expressão artística que tem lugar na rua, à vista do público, longe das salas de exposições e à margem do estabelecido. Marcada pelo seu carácter não-oficial, aparece em todas as épocas e em todos os lugares, desde as imagens nos muros de Pompeia até às composições pintadas com spray e repletas de autocolantes que decoram taipais, fachadas ou vagões de comboio. Omnipresente, honesta, perdurável, anónima, juvenil, esta arte tão discutida é a forma de expressão escolhida por pessoas que querem criar imagens afastadas do académico, que querem transmitir mensagens autênticas.»

«Le Street Art et les graffitis donnent bien du fil à retordre aux historiens d'art, tant il est vrai qu'ils constituent des phénomènes véritablement intemporels, un art prenant naissance dans la rue, s'étalant aux yeux de tous, loin des galeries et des salles d'exposition et en marge de la légalité. Résolument non officiel, le Street Art est de toutes les époques et de tous les lieux, des fresques, messages et noms affichés dans ta ville de Pompéi aux murs et aux wagons de train généreusement couverts de graffitis et de collages contemporains. Omniprésente, résistante, anonyme et jeune, cette forme d'expression artistique contestée émane d'individus désireux de créer des images non académiques, aptes à véhiculer des messages.»

Johannes Stahl

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

terça-feira, 28 de setembro de 2010

2 em 1

Esta madrugada foi longa e produtiva. Depois de lembrarmos a origem do combustível ensanguentado que movimenta os nossos carrinhos, numa intervenção mesmo junto à bomba da BP no Estoril, ainda houve tempo para algum bombing na Avenida Marginal. Brutal!!!
Last hours were great! We finished a painting just beside British Petrol Gas Station at Estoril. Then we bombed the main Cascais Line Avenue: Avenida Marginal. Yeeeaaaah!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Love

«The consciousness in you and the consciousness in me, apparently two, really one, seek unity and that is love.»

Nisargadatta Maharaj

domingo, 26 de setembro de 2010

Constelação

«Sei até que parece sério
Mas é tudo armação
O problema é muita estrela
pra pouca constelação»
Raul Seixas

sábado, 25 de setembro de 2010

Just Be

«There is nothing to practise. To know yourself, be yourself. To be yourself, stop imagining yourself to be this or that. Just be. Let your true nature emerge. Don't disturb your mind with seeking.»

Nisargadatta Maharaj

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Túnel

Despite a few unexpected drops of rain, here it is: the most recent work of art. You can see it in Monte Estoril when walking in the tunnel towards train station. A intervenção estética mais recente, no túnel de acesso aos comboios, no Monte Estoril.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Bye bye Summer

6h15m em Cascais, 17ºC, a madrugada a despedir-se, a cara amarrotada pela máscara, o corpo fatigado por subir e descer ruas à procura do spot ideal, as mãos manchadas pela tinta, o sorriso da missão cumprida. Se é verdade que oficialmente o Verão terminou, as temperaturas mantêm-se amenas. Pois que ainda é oportuno oferecer à cidade este grande geladinho (sorvete) para ir derretendo lentamente ao longo do Outono :P
6:15am in Cascais, 63ºF, it's almost time for sunrise. Mission accomplished! The Summer is officially over, but the weather is still mild. So we painted an ice cream as a gift to the city. This painting is going to melt slowly through Autumn :P

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Going Out

We are publishing this post at 11:45 pm. This picture were taken 10 minutes ago. We are going out carrying these cans. We don't know where we are going. We don't what we're going to do. But something's going to happen. We expect to have a new picture in a few hours. See you then :) Este post está a ser publicado às 23h45m. A fotografia acima foi tirada há 10 minutos e corresponde a uma imagem do arsenal de tintas que levaremos conosco nesta noite de aventuras. Não sabemos onde iremos, nem o que faremos. Contudo esperamos publicar aqui um registo fotográfico do que vai acontecer. Até já :)

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Lagoa de Albufeira

Com o Verão no fim, fica aqui um último registo da Lagoa de Albufeira, a poucos metros da praia. Summer is in the end and here is a last picture from Albufeira's Lagoon, only a few meters away from the beach.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Tocando em frente





A melhor forma de referir a nossa amiga Teca é citar um de seus belos posts dentre os muitos, sempre carregados de sensibilidade e inteligência, com que nos presenteia, na escolha elevada que faz da poesia. A letra da canção que se segue é gentil e delicada, lembrando a vida que começa e também acaba, complexa e simples, como tudo o que existe e é belo. Obrigado à Teca.
«Ando devagar 
Porque já tive pressa 
Levo esse sorriso 
Porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte, 
Mais feliz, quem sabe, 
Só levo a certeza 
De que muito pouco sei, 
Ou nada sei
Conhecer as manhas 
E as manhãs 
O sabor das massas 
E das maçãs
É preciso amor 
Pra poder pulsar 
É preciso paz pra poder sorrir 
É preciso a chuva para florir
Penso que cumprir a vida 
Seja simplesmente 
Compreender a marcha 
E ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro 
Levando a boiada 
Eu vou tocando os dias 
Pela longa estrada, eu vou 
Estrada eu sou
(...)
Todo mundo ama um dia, 
Todo mundo chora 
Um dia a gente chega 
E no outro vai embora
Cada um de nos compõe a sua história 
Cada ser em si 
Carrega o dom de ser capaz 
De ser feliz»

Almir Sater

sábado, 18 de setembro de 2010

Testando difusores #2

Na sequência do que já antes foi dito, o estudo metódico hoje prossegue com os maravilhosos caps Universal, produzidos em Espanha pela Montana (mtn). Uma vez que os critérios devem ser os mesmos, para esta experiência tornámos a usar latas novas, premindo os caps com pouca força e a uma distância de cerca de um centímetro do suporte. O difusor Universal, na nossa opinião, é de facto excelente. Não apenas pode ser usado em toda e qualquer lata como ainda por cima permite um controlo muito eficaz da linha, em especial nas latas de baixa pressão, aqui representadas pela Premium (Molotow). Curiosamente, a altíssima pressão da High-Pressure (Molotow), é muito mais facilmente controlada do que a alta pressão das latas Hardcore (mtn), talvez em razão da qualidade superior da sua válvula. Como se vê, a Hardcore produz uma linha muito mais grossa e, a um centímetro do suporte, faz escorrer muito mais tinta (nesta lata funciona como um fat cap). Seja como for, é importante praticar, com vista à melhor escolha e à obtenção dos melhores resultados.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Globalização: o Deus moderno

«planetário, permanente, imediato e imaterial. Essa tetralogia é a ponta de lança da mundialização.
Quatro características que fazem lembrar os quatro atributos principais do próprio Deus. E de facto, esse sistema erige-se como divindade moderna que exige submissão, fé, culto e novas liturgias.»
Ignacio Ramonet

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Desobediência civil

«Desobediência Civil refere-se a qualquer acto ou processo de desafio público a uma lei ou medida proclamada pelas autoridades governamentais estabelecidas, sendo esta mesma acção premeditada, entendida e assumida pelos seus protagonistas como ilegal ou de legalidade controversa.

Pode consistir em fazer o que é proibido ou em não fazer o que é exigido, mas a acção deverá ser aberta e publicamente declarada.
(...)
A desobediência civil não só é aceitável num estado a que gostam de chamar de "Democracia" como é o único voto em que o cidadão tem a oportunidade de afirmar a sua própria liberdade.

Uma liberdade que não se mostra na contagem dos votos, uma liberdade que não se expressa no parlamento, uma liberdade que não se encontra na maioria e mesmo assim uma liberdade que se recusa a calar. A liberdade de desobedecer.»

Laura Carreira

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Classes sociais

«A aprendizagem dos comportamentos de dominação e de subordinação é precoce e normalmente transmitida pela própria mãe, o que leva a que se verifique uma altíssima correlação entre o estatuto social da progenitora e o da cria. Difícil seria que uma cria desde cedo habituada a acompanhar a mãe nas suas retiradas submissas perante os dominantes, com os seus desvios permanentes do olhar, as suas vocalizações de apaziguamento, as suas posturas de retraimento, as suas constantes cedências de alimentos e as suas frequentes apresentações rituais dos quartos traseiros — difícil seria que essa cria alguma vez viesse a ser mais do que um indivíduo ele próprio dominado dentro do seu grupo social.»
Luis Soczka

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Cumplicity

"He who passively accepts evil is as much involved in it as he who helps to perpetrate it. He who accepts evil without protesting against it is really cooperating with it.»

Naomi Wolf

domingo, 12 de setembro de 2010

sábado, 11 de setembro de 2010

A tribute to Rufia

Há pouco aconteceu uma conversa inesperada no chat do facebook com o amigo e artista Rufia. Talvez consigamos combinar mais uma sessão de pintura conjunta para breve :) Enquanto isso não acontece, prestemos tributo a esse desenhador de «piratas, vikings, celtas, rebeldes, vagabundos, gangsters, ladrões honestos, ...» conforme aliás o seu blog (raramente actualizado LOL) refere :) Até breve e abraços a todos os que nos visitam ;)))

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

To design

«To design is to invent new strategies for visualizing information that make new interpretations possible.»
Janet Abrams + Peter Hall

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Pims & Euros

Depois de um imenso tanto tempo a ver se conseguíamos combinar uma pinturada juntos, eis que finalmente Pims e Dalaiama conseguiram voltar a reunir-se para curtirem uma parede, entre os assobios dos difusores porem a conversa em dia e praticarem o ritual quase religioso da oferenda ao espaço colectivo de uma obra estética despretensiosa. O encontro deu-se ontem à tarde na Ribeira das Vinhas, em Cascais. São quase 3 metros de altura e outros tantos de largura. Uma pintura que, bem observada, tem algo de sonoro! Não nos esquecemos dos manos Mask e Poker que, conjuntamente com Pims, estão seguramente entre os GIGANTES da linha do Estoril que há anos e anos intermináveis reinam cores sobre as paredes! Abraços
It was an honour to paint with bro Pims, one of the ancient and greatest urban artists from Estoril's Line. Pims and Dalaiama painted together yesterday afternoon in Ribeira das vinhas, at Cascais. Yo Mask and Poker! Yo Pims!!!

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

terça-feira, 7 de setembro de 2010

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Algueirão-Mem Martins

A poucos metros da estação de comboios Algueirão-Mem Martins, na Linha de Sintra.
Very close to Algueirão-Mem Martins train station.

domingo, 5 de setembro de 2010

E.N. 379

Estrada Nacional 379 (recta do Facho), a caminho da Azoia. National Road number 379, heading to Azoia.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

A lei do Capital

«O capitalista embolsa com a mesma indiferença o dinheiro molhado de lágrimas, o dinheiro manchado de sangue, o dinheiro sujo de lama. Não se sujeita aos preconceitos vulgares. Não fabrica para fornecer mercadorias de boa qualidade, mas para produzir mercadorias que dêem grandes lucros. Não funda sociedades financeiras para distribuir dividendos, mas sim para se apropriar dos capitais dos accionistas; pois os pequenos capitais pertencem aos grandes e, acima deles, há capitais ainda maiores que os vigiam para os devorarem atempadamente. Tal é a lei do Capital.»

Paul Lafargue