SÊ BEM-VINDO ! SÊ BEM-VINDA ! YOU ARE WELCOME !

segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Boas Entradas com Street Art

Concluimos o ano de 2007 com satisfação. Dalaiama já tem blog e site. Enquanto isso, as ruas continuam a aparecer coloridas.

Para 2008, pretendemos prosseguir a POSTAGEM DIÁRIA no blog do Dalaiama. Por seu lado, o site deve receber grandes melhoramentos. Qualquer observador mais atento já terá reparado que o site do Dalaiama não beneficia da mesma atenção que o blog, estando por isso à espera de desenvolvimentos que, com certeza, acontecerão em 2008! Haja tempo para tudo!

Boas entradas para todos!

http://dalaiama.streetart.googlepages.com/

domingo, 30 de dezembro de 2007

Underground Street Art

"In this underground environment, one can often feel a sense of oppression and struggle in the vast assortment of faces. It is in this context that an expression of hope and beauty carries the greatest rewards."

Keith Haring

http://dalaiama.streetart.googlepages.com

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

O enigma do visível

«Há uma ideia difundida de que se alguém se interessa pelo visual, esse interesse deve limitar-se a uma técnica de tratar o visual de alguma forma. Assim, o visual se divide em categorias de interesse especial: pintura, fotografia, factos reais, sonhos e assim por diante. E o que é esquecido (como todas as questões essenciais numa cultura positivista) é o sentido e o enigma da visibilidade em si.»

John Berger


http://dalaiama.streetart.googlepages.com/

terça-feira, 25 de dezembro de 2007

domingo, 23 de dezembro de 2007

Cartão de Natal

Quem procura um belo cartão de Natal, pode
enviar aos amigos e familiares o post que
hoje Dalaiama gratuitamente põe à disposição
de todos.

sábado, 22 de dezembro de 2007

Homem natural

«A procura do «homem natural», que parece ser a ambição dos defensores de uma etologia humana, é ela própria um produto social e historicamente condicionado, como qualquer passo científico o é, e portanto ideologicamente determinada, (...) Mas o que se verifica, (...), nesta vaga de especulações acerca das raízes filogenéticas dos nossos comportamentos sociais, é a passagem do plano da confirmação dos nossos arcaísmos motórico-expressionais para o plano das organizações sociais complexas, desde o nível das relações interindividuais até ao das formações institucionais e supra-estruturais, como o direito, a religião, a ética e a política.»

Luis Soczka

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

The Walls as a Free Press

«(...) the walls of the world are, in effect, a free press, used to express solidarity for causes and issues both local and global.»

Tristan Manco

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Crew L já tem sítio na internet

Hoje há mais uma boa notícia: a Crew L já tem o seu sítio na internet!

Sacuda-se o pó dos livros, acrescentem-se novas páginas àqueles dedicados à História da Arte Portuguesa!

Tão certo como um dia vir a seguir a outro, de pintura em pintura, de acção em acção, aproxima-se a data messiânica em que a Arte Contemporânea conhecerá o seu propósito e Portugal saberá o seu verdadeiro Nome!

http://streetart.crew.l.googlepages.com/

domingo, 16 de dezembro de 2007

Graffiti não é crime II

«Graffiti writers are not real villains. Real villains consider the idea of breaking in someplace, not stealing anything and then leaving behind a painting of your name in four foot high letters the most retarded thing they ever heard of.»

Banksy

http://dalaiama.streetart.googlepages.com/

sábado, 15 de dezembro de 2007

Graffiti não é crime

«Graffiters não são criminosos. Os verdadeiros criminosos consideram a ideia de invadir um lugar e sair de lá sem nada roubar, deixando ficar o próprio nome pintado com letras de 1,20m de altura, a coisa mais estúpida que lhes poderia ocorrer.»

Banksy

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Intervenção em São João do Estoril

Recentemente deram-se ao trabalho de restaurar um edifício abandonado na avenida Marginal em São João do Estoril.
Quando se colocou telhado na casa, ela até sorriu agradecida por passar a ter o seu interior salvaguardado das intempéries. Porém essa foi a única acção generosa para com o edifício.
De resto, selaram-se as portas e janelas com tijolos infligindo grande sofrimento à construção, que insolitamente viu de súbito amordaçada a sua boca, vendados os seus olhos, tapados os seus ouvidos.
Por fim revestiram as paredes exteriores com uma tinta homogeneamente insípida que não permite à pele da cidade respirar.
Para acabar com a asfixia, Dalaiama foi levado a intervir. Quando beijou a parede, ouviu-a sussurrar segredos e silêncios. E a noite abraçou o mundo.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

An artist is an activist

«In a world saturated with high-priced corporate imagery, beyond just having a charming aesthetic, the stencil is a cheap and effective way for an artist or activist to put their work in front of the public and level the playing field.»

Shepard Fairey

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

No princípio, não era o verbo

«A vista chega antes das palavras. A criança olha e vê antes de falar.»

«Images come to us before words. Children look and see before talking.»

John Berger

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Political graffiti/street art

«Political graffiti is unedited and, at least until it is removed, uncensored. It is intended to be confrontational; it doesn't aim to please. Unlike the mass media, which increasingly toes the government line and has certain expectations of its contributors, street art allows writers to express their thoughts freely. Such freedom allows great potential for creativity. This kind of communication might not always be aesthetically or politically pleasing to every viewer, but it is thought provoking. In fact, political graffiti can reflect the audience's attitudes more closely than the mass media.»

Matthew Lunn

http://dalaiama.streetart.googlepages.com/

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Crew L continua na Reitoria

Quem ainda não teve tempo pode aproveitar esta semana para apreciar gratuitamente os trabalhos da Crew L na Reitoria da Universidade de Lisboa.

sábado, 8 de dezembro de 2007

Modernidade

«Ser moderno é encontrar-se num ambiente que promete aventura, poder, alegria, crescimento, autotransformação e transformação das coisas ao redor - mas, ao mesmo tempo, ameaça destruir tudo o que temos, tudo o que sabemos, tudo o que somos. A experiência ambiental de modernidade anula todas as fronteiras geográficas e raciais, de classe e nacionalidade, de religião e ideologia: (...) pode dizer-se que a modernidade une a espécie humana. Porém, é uma unidade paradoxal, uma unidade de desunidade: ela despeja-nos a todos num turbilhão de permanente desintegração e mudança, de luta e contradição, de ambiguidade e angústia.»

Marshall Berman



sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

comunicação social presta vassalagem ao poder dominante

«E assim vão fazendo o seu trabalho, o de serem a voz do dono: nada questionando, nada investigando, aceitando tudo o que venha das fontes “oficiais” e vestindo a hipócrita farda da isenção.»

Rapariga Vermelha

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Stritarte Lusa!!



A mais contemporânea stritarte* lusa esteve em exibição quando a Crew L apresentou ao público a sua poltrona.

*Street Art ;)

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Injustiça no País Basco

«Em Junho tive a oportunidade de conhecer muitos destes homens e mulheres bascas agora arguidos num processo que lembra os autos de fé da idade média. Encontravam-se “aquartelados” em Guernica. Aí se concentraram numa chamada de atenção para a sua situação. Não encontrei traços diabólicos, criminosos ou terroristas em nenhum deles. Apenas gente empenhada nas suas causas sociais, culturais, políticas, e revoltada contra a arbitrariedade, contra o abuso e a tirania do poder. Gente comovida com a nossa atenção e que de tanto quererem explicar a sua situação já não encontravam palavras. Gente solidária e patriótica. Ali encontrei um pescador que conhecia todos os portos de pesca portugueses, um jornalista que ao falar parecia declamar poesia, um advogado que era um exímio cozinheiro. Gente simples.

Gente simples esperando uma sentença de 15 anos de prisão.

E não, não fugiriam.

Enquanto escrevo estas linhas já se encheram as ruas de Bilbao com dezenas de milhar de pessoas numa gigantesca manifestação de solidariedade com esta gente simples e de revolta contra esta opressão exercida sobre o povo basco. Notícias sobre isto? Nenhumas.»

Rapariga Vermelha

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

domingo, 2 de dezembro de 2007

Cultura

«A cultura emergiu outrora de fenómenos biológicos e se desenvolveu a partir das suas coordenadas básicas; e (...) tendências e comportamentos arcaicos permanecem hoje subjacentes à cultura.»

Luis Soczka

http://dalaiama.streetart.googlepages.com/

sábado, 1 de dezembro de 2007

American Empire

«Historical data show a strong correlation between U.S. involvement in international situations and an increase in terrorist attacks against the United States.»

U.S. Defense Science Board

http://dalaiama.streetart.googlepages.com/

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Is Israel really trying to achieve peace?


«What is taking shape is not the Palestinian state announced and desired by all: it is an as yet unperceived Israeli territory enclosing three self-governing Palestinian enclaves.



All parties have a vested interest in preserving the international pretence. For the Israelis, history is being created under the cover of the pretence. The Palestinians cannot be told the truth – they are under occupation yet hoping for a better life and not self-destruction; wishful thinking provides notables, elected representatives and officials with a living, status, dignity and a raison d’être. The Europeans chose to salve their consciences by providing financial and humanitarian aid to apologise for their political passivity and voluntary blindness. The thinking of the Americans owes more to the Old Testament than the New; their link with Israel is a parent-child relationship beyond criticism. This shared illusion of self-protection results from the coincidence of opposing interests.


Is this situation tenable to the end of the century? It seems doubtful, given Israel’s obsession with security, which makes it less secure, and its disregard for the demographic and religious trends in the region. Could not at least one European government convey to our Israeli friends that we are not all taken in by the deception, and that those who deceive may not be be its first victims – but will certainly be its last?»


RÉGIS DEBRAY (in Le Monde Diplomatique
http://mondediplo.com/2007/08/05palestine)

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Trabalho precário

«Em Portugal há mais de 880 mil trabalhadores a recibos verdes. É alto o número de trabalhadores que não podem fazer greve sem correr o risco imediato de perder o trabalho. Os contratados a prazo, os falsos recibos verdes, os temporários, os subempregados, são estes os trabalhadores do século XXI.

Quem trabalha debaixo de um falso trabalho independente não pode (...) ter uma gravidez de risco. Não pode fazer férias. Não pode necessitar de uma intervenção cirúrgica.

Mais de um quinto da população empregada encontra-se hoje inibida de exercer um direito constitucional. Assim sendo, o número de trabalhadores que não pode exercer o direito à greve, direito reconhecido na Constituição, pode mesmo ultrapassar os mil milhões de indivíduos. Como tal, o combate à precariedade no trabalho promete continuar.»

in FERVE (Fartos/as d'Estes Recibos Verdes)
http://fartosdestesrecibosverdes.blogspot.com/

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

TBA em acção

Um dos stritartistas* mais versáteis e criativos da Stritarte** portuguesa, TBA, é cru meite*** de Dalaiama na Crew L.
Na fotografia, TBA prepara-se para concluir mais um belo piç****!

*street artists, **street art, ***crew mate, ****piece.


http://dalaiama.streetart.googlepages.com/

sábado, 24 de novembro de 2007

Desvario neoliberal

«A sociedade burguesa moderna, uma sociedade que fez surgir gigantescos meios de troca e produção, é como o feiticeiro incapaz de controlar os poderes ocultos que desencadeou com as suas fórmulas mágicas.»

Manifesto Comunista

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Acaso em acção

Hoje presta-se tributo a Acaso, cru meite* de Dalaiama na Crew L, conhecida pelos seus tags de indivíduos caminhantes que contemplam a cidade com sombras meditativas.

*crew mate.

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Crew L + DS Crew

Pims, mais um nome lendário do graffiti que há anos se expressa na linha de Cascais, concedeu à Crew L a honra de um trabalho conjunto em São Pedro do Estoril. A Crew L fez-se representar por Acaso, TBA e Dalaiama. Pims, já se sabe, é membro da consagrada DS Crew.

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Dalaiama + DS Crew

Fiquemos hoje com o registo fotográfico de um trabalho conjunto que há pouco tempo Dalaiama executou em São João do Estoril com DS Crew. Quem está atento ao graffiti português, em particular ao da linha de Cascais, conhece e respeita desde há muitos anos o que estes amigos fazem. É para Dalaiama uma honra trabalhar em conjunto com eles. Fica aqui um abraço à DS Crew, em especial a Pims e Mask.

http://dalaiama.streetart.googlepages.com/

terça-feira, 20 de novembro de 2007

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Valor estético

«O estudo sociológico das artes realizou um bom trabalho ao expor muitos dos elementos extra-estéticos envolvidos no julgamento estético - os valores de classe ou a influência de ideais políticos ou morais, por exemplo. Teve menos êxito, até agora, em propor uma nova estética, que não tenha pretensões a uma falsa neutralidade em questões não-estéticas. Até mesmo as melhores tentativas nesse sentido acabam por confundir o mérito artístico com a correcção política e, quando não recorrem a essa equação, conservam certos aspectos de uma qualidade estética universal, intemporal, que é difícil defender. (...) Não conheço a resposta ao problema da "beleza" ou do "mérito artístico" e só direi que isso não me parece ser redutível a factores políticos e sociais, nem acredito que consista de uma qualidade transcendente, não-contingente.»

Janet Wolff

http://dalaiama.streetart.googlepages.com/

domingo, 18 de novembro de 2007

sábado, 17 de novembro de 2007

Brevemente no sítio

Já sabemos que o blog do Dalaiama é actualizado DIARIAMENTE!
Vamos ver se neste fim-de-semana há mais actualizações também no sítio do Dalaiama:

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Street Art

«That's what street art mostly is about from my point of view. Doing your own thing without any limitations, giving something back to the street, making people smile and think, causing reactions. Even if people hate it, at least it caused a reaction and stopped them from being machines in their nine to five jobs. (...) Next time you see something that maybe isn't supposed to be there but somehow looks like art, think twice, maybe you are the spectator of an artist's new work.»

C100

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Globalização (globalization)

«Designed to leave the world's economic destiny to the tender mercy of bankers and multinational corporations, globalization is a logical extension of imperialism, a victory of empire over republic, international finance capital over democracy.»

Michael Parenti

http://dalaiama.streetart.googlepages.com/