SÊ BEM-VINDO ! SÊ BEM-VINDA ! YOU ARE WELCOME !

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

TitaGreek Shipwreck


É com satisfação e orgulho que encaramos o reconhecimento, por parte do Le Monde Diplomatique, jornal mensário que muito admiramos, de que estamos juntos na mesma luta. 
Com efeito, uma peça nossa aparece na capa da edição portuguesa do Le Monde Diplomatique.
O caso recente do esmagamento imperial da Grécia evidencia o naufrágio da União Europeia, a mesma que Serge Halimi, com propriedade, afirma não querermos mais. A ler!


quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Feira na Calçada da Ajuda




=) Foi para curtir que participamos numa feira na Calçada da Ajuda. Hoje, 26 de agosto, completamos precisamente dois meses desde aquela sexta-feira 26 junho. Presentes estavam Acaso, Elst, Eusboço, November, Dalaiama, Crew L em peso, e ainda outros amigos que por lá apareceram. Venderam-se telas, desenhos e autocolantes a preços absolutamente simbólicos. Até um amigo fizemos: Koth, o jovem artista que representou em grande o rosto do Pessoa. Uma bela noite. Mesmo para curtir! ;) Abraços a todos!

domingo, 23 de agosto de 2015

O medo para controlar o Povo


"No Facebook, alguém resumia assim o estado de alguns países após a saída do euro: “moedas sem valor no mercado internacional, inflação galopante, extrema pobreza, sistema bancário de rastos, corralito e corralón, incapacidade de as empresas se financiarem e consequente desemprego, inexistência de meios para importar produtos de necessidades básicas, etc.” De facto, com desemprego em massa pior que o actual, inflação galopante e dificuldade em importar alimentos, medicamentos, etc., temos a combinação perfeita dos males que convém associar à saída do euro.

Quando os argumentos chegam a este nível, isso tem um significado político: a UE dos “amanhãs que cantam” já não convence, pelo que apenas resta a estratégia do medo para controlar o povo.

Repare-se que este quadro negro da saída do euro é inspirado pela realidade que hoje estamos a viver. Nos países mais frágeis da zona euro, já temos desemprego de massa que, no caso da Grécia, é idêntico ao da Grande Depressão dos anos 30 do século passado. Tudo o que a Grécia já sofreu com a política de austeridade, além de cruel e ineficaz, é muito superior ao que teria de suportar se tivesse saído do euro em 2010. O mesmo se poderia dizer de Portugal."

Jorge Bateira

sábado, 22 de agosto de 2015

In The Name of Activism


"I started painting in the streets when I realized that there is another medium to practice my freedom of expression and to fight the circumstances, [...]. Art was never my intention - it was all in the name of activism."

Nazeer (egypcian street artist)

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Tagging Love


“When someone loves you, the way they say your name is different. You know that your name is safe in their mouth.”

Jess C. Scott

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Eurozone: that's great for Germany!




"Even France can go bankrupt. The forces killing Greece are active in France, Italy and Spain. The European Union could be viewed as The Fourth Reich. Germany is a superpower. The Greek crisis is great for them – it keeps the euro low and German exports cheap. When countries like France go broke, EU federalisation will proceed through Berlin. If Britain leaves that's great for Germany too. Business moves to Frankfurt. They're playing their hand brilliantly."

Max Keiser

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Precariedade laboral

This most recent painting we dedicate to the increasing number of people who unfortunately understand how hard it can be living under the cruel, sharp and unfair capitalist blade.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Between the Thoughts


“It has nothing to do with effort. Just turn away, look between the thoughts, rather than at the thoughts. When you happen to walk in a crowd, you do not fight every man you meet, you just find your way between. When you fight, you invite a fight. But when you do not resist, you meet no resistance. When you refuse to play the game, you are out of it.”

Nisargadatta Maharaj

domingo, 16 de agosto de 2015

O céu azul ficará


"E quando as nuvens partirem
O céu azul ficará
E quando as trevas abrirem
Vais ver, o sol brilhará
Vais ver, o sol brilhará
Não, não sou o único
Não, sou o único a olhar o céu"

Xutos & Pontapés

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Prosseguir


"La utopía está en el horizonte. Me acerco dos pasos, ella se aleja dos pasos. Camino diez pasos y el horizonte se corre diez pasos más allá. Por mucho que yo camine, nunca, nunca la alcanzaré. Para qué sirve la utopía? Para eso sirve: para caminar."

"A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais a alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar."

“Utopia is on the horizon. I move two steps closer; it moves two steps further away. I walk another ten steps and the horizon runs ten steps further away. As much as I may walk, I'll never reach it. So what's the point of utopia? The point is just that: to keep walking.”

Eduardo Galeano

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Le Monde Diplomatique 2008












Já faz algum tempo desde que publicamos pela última vez algumas páginas frontais das edições do Le Monde Diplomatique que vamos colecionando. Não nos vamos repetir acerca das maravilhosas qualidades deste mensário. Hoje simplesmente apresentamos uma coluna com as edições do ano de 2008 (falta-nos apenas o número de novembro, que quando for encontrado acrescentaremos aqui).

sábado, 8 de agosto de 2015

Carcavelos Yesterday Evening


O vento ontem esteve implacável, o seu músculo invisível fez as paredes do mundo abanarem e no seu interior mais profundo Carcavelos foi frágil e forte como uma cidade de papel.

Last night the wind was so strong that Carcavelos shook like a city made of paper. We pasted on immaterial zephyr walls. Such sweet atmosphere!

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Struggling For A Better World


"Street artists around the globe cast a light on the problems that people are experiencing today. They are modern age visual 'griots' pointing out the struggle that exists internationally with corporate corruption and greed, staggering unemployment, injustices against the poor and working class, and a growing class divide that is leaving many people by the wayside. Street artists magnify the sentiment of a working class that is struggling to make ends meet and the many who have hope for a better world. What better place to reach people but on the streets?"

KET

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Este governo continua a mentir sobre o desemprego


"Com a divulgação dos dados oficiais do desemprego relativos ao primeiro semestre de 2015, que apontam para uma redução dos 13,7% registados no final do primeiro trimestre para 11,9% em Junho, multiplicaram-se as interrogações sobre os números oficiais do desemprego e os critérios subjacentes ao seu apuramento estatístico. O Jornal de Negócios, por exemplo, refere-se a um aumento de «126 mil desempregados 'ocultos'» face a 2011; o Dinheiro Vivo destaca o «emprego apoiado e o trabalho por turnos» como dois dos factores em que assenta a criação de emprego; o Jornal de Notícias sublinha o aumento da procura de «segundos empregos»; o Diário de Notícias assinala que «509 mil desempregados não entram nas contas oficiais»; e, para citar mais um exemplo, o Diário Económico lembra que cerca de «156 mil estágios 'ajudam' à queda do desemprego»."

Nuno Serra

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Goodbye Beautiful Armchair!



O histórico cadeirão! Uma das mais antigas criações da Crew L. Ao longo dos anos, levou um percurso itinerante, participou de exposições e visitou muitos lugares. Manteve-se em bom estado. Da rua veio e, recentemente, para a rua voltou. E por lá ficou. 

Mais uma oferta à comunidade :) Abraços!

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Feel Yourself, Be Yourself

À tua própria maneira. Simplesmente SÊ.
Use your wings. Just remember to do it your own way.

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

domingo, 2 de agosto de 2015

5000 bombeiros a menos


É verão, muitas são as florestas que ardem. Estamos em plena época de incêndios. 
Nos últimos três anos, durante este período de empobrecimento da maioria da população para benefício e enriquecimento de uma minoria abastada, cinco mil bombeiros viram-se obrigados a deixar o país.