SÊ BEM-VINDO ! SÊ BEM-VINDA ! YOU ARE WELCOME !

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Through Graffiti Art

«We worry not about the legalities of our actions, but of the message we try to convey. Laws exist to protect the privilege of the ruling class, while ignoring the needs of the people. Therefore we will make our voices be heard through the expression of Graffiti Art. If graffiti didn't change anything they would make it legal.»

GATS (Graffiti Against the System)

2 comentários:

Ana Cota disse...

Na revista Única do Expresso deste sábado vem uma reportagem muito interessante sobre arte urbana e o poder do graffiti na era e na sociedade contemporâneas!

Um abraço,
Ana Cota

rapariga vermelha disse...

Eu acho que o graffiti foi parcialmente assimilado pela ideologia dominante. E digo parcialmente porque não conseguiram controlar a sua produção e creio que nunca conseguirão. Mas é preciso conhecer muito bem o terreno em que andamos, em parte os "fazedores de opinião" já integraram a sua imagem no serviço dos seus propósitos.
O filme "Bomb it!" é de facto muito bom porque mostra o conflito de interesses associado à afirmação do graffiti. No fundo o que está em conflito não é a forma de arte mas o seu objectivo e o modo como se manifesta. Não interessa dar um ar rebelde sem rebeldia. Como li uma vez numa revista sobre o design: "there's nothing remotely radical about upholding the status quo".